Dias melhores

Textos base: 1Pedro 3.8-12

Tanto a Teologia da Prosperidade como a Teologia do Sofrimento não revelam a realidade da vida cristã. Pedro apresenta neste trecho a alternativa: viver dias melhores, por meio de um entendimento saudável do que significa viver para Cristo.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 5 de novembro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

Sermão de 29/11/2017

Textos base:

Falar de sofrimento não está muito na moda na igreja dos dias de hoje. Fala-se muito mais em felicidade e resolução de problemas em vez disso. No entanto, essa não é a mensagem do evangelho; pelo contrário. A igreja foi chamada para um estilo de vida que não é de acordo com os padrões deste mundo, mas segundo o exemplo do próprio Jesus. Sendo assim, sofrimento é a marca do cristão obediente ao Senhor.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 29 de outubro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

Chamados para sofrer

Textos base: 1Pedro 2.18-25

Falar de sofrimento não está muito na moda na igreja dos dias de hoje. Fala-se muito mais em felicidade e resolução de problemas em vez disso. No entanto, essa não é a mensagem do evangelho; pelo contrário. A igreja foi chamada para um estilo de vida que não é de acordo com os padrões deste mundo, mas segundo o exemplo do próprio Jesus. Sendo assim, sofrimento é a marca do cristão obediente ao Senhor.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 22 de outubro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

Autoridade delegada

Textos base: 1Pedro 2.13-17

Apesar de o homem administrar o mundo, não existe nenhuma autoridade que se estabelece sem a vontade de Deus. Toda autoridade procede do alto, e é concedida pelo Senhor. Pedro ensina que o cristão deve se sujeitar à autoridade delegada, pois este é um ato de obediência e fé, acima de tudo, para com Deus.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 15 de outubro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

Santos procedimentos

Textos base: 1Pedro 2.11-12

Por que viver uma vida de santidade num mundo mau? A resposta não está em fazer o certo simplesmente porque é certo. A resposta se encontra no próprio caráter de Deus — bom e santo. Seus seguidores são moldados a exemplo do seu caráter, buscando viver de modo exemplar mesmo em meio à maldade.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 8 de outubro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

Um povo, uma família

Textos base: 1Pedro 2.6-10; João 8.12-18

A Palavra não transformou os cristãos em pessoas solitárias, mas fez deles uma família. O chamado de Deus é um chamado coletivo, e isso nos permite andar em conjunto em meio a um mundo que preza cada vez mais o isolamento.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 1º de outubro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

Pedras vivas

Textos base: 1Pedro 2.4-8; Mateus 11.28; João 14.6; Efésios 1.4; Romanos 12.1-2

Hoje o homem pode achegar-se a Deus e chamá-lo de Pai. Porém, isso só pôde acontecer por meio da obra de Jesus — uma obra de morte, sacrifício e entrega — que gerou vida em nós. A obra da Pedra fundamental possibilita que o ser humano se torne pedra viva.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 24 de setembro de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

A vitória sobre o sofrimento

Textos base: 1Pedro 1.1-2; Romanos 8.18

Em sua saudação, Pedro menciona duas características dos salvos que são o tema de sua carta: ser eleito, ou seja, escolhido por Deus para proclamá-los e representá-lo; e forasteiro, que embora viva neste mundo, não pertence a ele. Ser forasteiro traz sofrimento e perseguição ao cristão; mas a eleição lhe garante vitória, pois lhe dá a certeza de que sua vida se encaminha para o cumprimento do maravilhoso propósito de Deus.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 23 de julho de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.

A vitória sobre o mal

Textos base: 1João 2.12-17; Romanos 8.33-39

Boa parte do Novo Testamento foi dirigida a irmãos que passavam por duras provas e perseguição. Assim, um dos objetivos desse escritos era atestar a vitória do cristão sobre o mal. Neste trecho de sua primeira carta, o apóstolo João assinala que a vitória pode ser desfrutada a partir do perdão estendido por Cristo, do conhecimento de Deus, da libertação do domínio do Maligno e da prática do amor.

Sermão pregado por Pr. David Horta em 16 de julho de 2017, na Igreja Presbiteriana Moriah, Americana, SP.